Black Sabbath – Live… Gathered in Their Masses

Registro ao vivo mostra banda em forma. Nenhuma novidade nisso.

ImagemAparentemente, depois de mais de três décadas de discussões e retornos ensaiados, mas não exatamente concretizados – fora uma turnê caça-níqueis aqui e ali – três quartos do Black Sabbath se reuniram para mostrar aos fãs e – principalmente – aos seus detratores que não se conquista uma carreira tão longeva à toa. Obviamente que esse retorno não deixa de causar polêmica já que, como mencionado acima, apenas três dos quatro membros originais se dispuseram a retornar aos palcos. O baterista Bill Ward foi deixado de fora do acordo que reuniu Ozzy Osbourne (vocal), Tony Iommi (guitarra) e Geezer Butler (baixo) por motivos que variam de discordâncias financeiras à seu estado de saúde, dependendo da fonte à qual você dê crédito.

Independentemente da ausência de Bill (e com o competente Tommy Clufettos em seu lugar), o Black Sabbath quase original soltou um dos melhores álbuns do ano, “13” no mercado no começo de 2013 e logo embarcou em uma longa turnê. Um desses shows, inclusive, marcou a volta do blog, como você pode ler aqui. Como hoje em dia há uma grande facilidade em se gravar performances ao vivo com bastante qualidade sem que seja necessário gastar muito tempo na pós-produção, não demorou muito para que os velhinhos aproveitassem-se desse recurso e liberassem esse “Live… Gathered in Their Masses”, título que faz referência à primeira estrofe de “War Pigs” em CD, DVD e Blu-Ray.

Gravado durante a passagem da banda pela Austrália nos dias 29 de abril e 01 de maio de 2013, o registro traz quinze faixas – descontando aqui a introdução e os créditos finais, no caso do DVD – e há uma mudança salutar no que diz respeito ao setlist apresentado nos shows realizados na América do Sul no segundo semestre. “Loner”, “Methademic”, “Symptom of the Universe”, “Children of the Grave” e “End of the Beginning” são apresentadas aqui, enquanto que “Under the Sun/Every Day Comes and Goes”, “Age of Reason”, “Rat Salad”e “Dirty Women” foram deixadas de fora. Já o longo solo de bateria de Tommy aqui aparece inserido em “Symptom of the Universe”… Ou melhor explicando, a banda toca a introdução dessa faixa e sai para os bastidores, deixando Clufetos sozinho no palco para ter seu momento sob as luzes da ribalta.

“Live… Gathered in Their Masses” traz, obviamente, os grandes clássicos da fase Ozzy Osbourne na banda, tais quais “Iron Man”, “Black Sabbath”, “War Pigs” e, claro, “Paranoid” e é uma excelente oportunidade para aqueles que não puderam comparecer a algum dos shows da turnê de “13” conferirem o desempenho do Black Sabbath ao vivo.

A única crítica para “Live… Gathered in Their Masses” é que a gravadora optou por lançar o material em CD simples ao invés do duplo que seria recomendável e a bolachinha acaba trazendo apenas 10 das 15 faixas presentes no DVD. Isso causa estranheza especialmente se levarmos em conta que a edição especial dupla de “13” traz, em seu segundo disco, apenas três faixas, sendo que o total de 11 músicas desse álbum caberia tranquilamente em um cd simples. Já a versão em Blu-ray tem todo o conteúdo do DVD e, como bônus, três músicas (“Under The Sun”, “Dirty Women” e “Electric Funeral”) além de uma entrevista e imagens de bastidores.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s